Brazil and Nigeria sign MoU to Boost TradeBrasil e Nigéria assinam protocolo para expandir comércio

Nigeria Brazil 17 de outubro de 2013 0

Brasil e Nigéria assinam protocolo para expandir comércio

Missão brasileira está no país para ampliar investimentos e exportações; balança comercial amplamente favorável aos nigerianos

O ministro do Comércio e Investimento da Nigéria, Olusegun Aganga, e o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ricardo Schaefer, assinaram nesta terça-feira (8), em Abuja, capital da Nigéria, um memorando de entendimento para incrementar as relações comerciais entre os dois países.

O Memorando prevê a criação de grupo de trabalho permanente para tratar dos temas comerciais e de negócios, além de discutir a possibilidade de serem estabelecidos acordos de comércio e de investimento entre os dois países.

A missão de Schaefer – que está na Nigéria chefiando uma delegação empresarial – faz parte de uma ofensiva do governo para ampliar os investimentos e as exportações brasileiras – em particular de produtos manufaturados – para os países africanos. As exportações desses produtos  alcançaram o pico de US$6,5 bilhões, em 2008, e retraíram-se depois (foram de US$ 4,7 bilhões, em 2012).

Uma série de outras iniciativas para ampliar as relações econômico-comerciais interregionais foram aprovadas pelo conselho de ministros da Câmara de Comércio Exterior (Camex), totalizando mais de vinte medidas.

Segundo o MDIC, o objetivo é aproveitar as oportunidades representadas pelo rápido crescimento da economia africana (média de 4,6% ao ano, no período 2001-2010) para reforçar os vínculos comerciais e de investimentos.

De acordo com Ricardo Schaefer,”a cooperação industrial, financeira e comercial se relacionam entre si e, por meio deste grupo, poderemos trabalhar em diferentes frentes, com uma governança que irá permitir aos dois ministérios acompanhar a parceria de acordo com as estratégias dos nossos países”.

O grupo contará com a participação do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) que irá cooperar com o Banco de Infraestrutura da Nigéria para debater instrumentos financeiros entre os dois países. O desenvolvimento de pequenas e médias empresas será tratado em parceria entre o Sebrae e a Agência de Desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas da Nigéria. O Senai e o Fundo de Industrial de Treinamento da Nigéria (ITF) irão cooperar na área de educação profissional.


Intercâmbio Comercial Brasil-Nigéria

Segundo dados do MDIC, de janeiro a setembro deste ano, o Brasil exportou US$ 611 milhões para Nigéria, enquanto adquiriu US$ 6,487 bilhões do país nigeriano. O principal produto importado pelo Brasil da Nigéria é óleo bruto de petróleo (US$ 6,103 bilhões), seguido de gás liquefeito de petróleo (US$ 88 milhões), gás butano liquefeito (US$ 17 milhões), gás propano liquefeito (US$ 17 milhões) e borracha natural (US$ 1 milhão). Os principais produtos brasileiros exportados para a Nigéria no período foram açúcar em bruto (US$ 424 milhões), açúcar refinado (US$ 166 milhões), arroz em grão (US$ 125 milhões), etanol (US$ 44 milhões) e compostos nitrogenados (US$ 43 milhões).

Redação do brazilafrica com informações do MDIC

ComentariosComments

comentarioscomments

Deixe uma resposta »